• NOS LIGAMOSPARA VOCÊ
  • ATENDIMENTOONLINE
  • ATENDIMENTO0800 6017778
  • Segunda a Sexta das 8:15 até 18h

BLOG

Marpa
Grupo Marpa encaminha processos de exame prioritário de patentes 25.09.2018

Titulares com 60 anos ou mais, bem como portadores de deficiência ou doença grave, além de processos que estejam sendo reproduzidos por terceiros sem autorização, ou seja, quando pessoas físicas ou jurídicas estão copiando uma tecnologia que está buscando adquirir a carta patente, são alguns casos que podem pleitear o exame prioritário de patentes junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

O exame prioritário é uma iniciativa do INPI para oferecer um serviço mais rápido aos empreendedores que necessitam registrar uma patente. A edição de uma série de resoluções visa dar maior celeridade ao processo, sendo que, em alguns caos, é possível que o tempo de espera seja bem inferior aos cerca de 10 anos registrados atualmente.

Nathalie Trombin, advogada do Grupo Marpa, afirma que o exame prioritário é aplicável a casos que contenham peculiaridades. “Além dos citados anteriormente, ainda podem entrar nesta categoria os pedidos estratégicos para o Sistema Único de Saúde, relacionados a produtos, processos farmacêuticos, equipamentos e materiais relacionados à saúde pública”, conta.

Segundo a advogada, outro segmento que pode ter seu processo agilizado é a que se destina às Patentes Verdes, uma vez que o pedido está relacionado a tecnologias voltadas para o meio ambiente.

Voltar